CONSUMO AUTORAL

 

Lipovetsky (2015, p. 410) afirma que “longe da visão tradicional do consumidor passivo,todos querem cada vez mais ser criadores.”

Convido você a pensar sobre consumo autoral que é quando o consumidor se torna coautor e deixa de apenas consumir para fazer parte da produção do que consome. Passa a compreendê-la e modificá-la, se necessário. O consumo alternativo indica um rumo que tangencia a possibilidade do sujeito exercer sua autonomia e identidade, validando outra configuração frente à massificação de produtos.

No final temos um infográfico que reúnem 38 marcas dentre elas temos lojas colaborativas, marcas de roupas, acessórios e roupas íntimas. Continue para descobrir porque é melhor optar pela moda autoral.

Os pequenos negócios vêm crescendo no Brasil nos últimos anos. Ao passo que o empreendedorismo cresce, é preciso que a participação das empresas na economia seja algo real. Sozinhas, sua contribuição pode ser pouca, mas juntas, o seu efeito é enorme, principalmente por empregarem um grande número de mão-de-obra. Por isso, é tão importante que se incentive e qualifique os novos negócios. A Inventório é uma empresa júnior que atinge justamente esse público, e nossa equipe trabalha voluntariamente pois acredita nesse fim, além de toda a experiência que temos antes de enfrentar o fim da universidade. Está disposto a fazer a sua parte consumindo melhor?

Atente-se para a região onde mora, olhe a sua volta e para as alternativas que parecem muitas vezes distantes. Existe uma forma de converter o seu consumo em algo realmente bom para a seu país ou região. Apoie o que é feito no Brasil e transcenda as barreiras das tendências, valorizando o trabalho de pessoas que transbordam talento.

Aqui está sendo apresentada uma maneira de contrapor a lógica da fast fashion. Os problemas gerados pela indústria da moda só perdem em gravidade para a Indústria agropecuária. A moda é a segunda maior causa de problemas socioambientais. Mas não basta virar as costas e parar de consumir moda, mas sim fazer as escolhas certas. Para fazer a mudança é preciso estar dentro do problema sem ser o problema. Existem várias formas de consumo mais sustentável. Essas alternativas são tão boas(esteticamente) quanto as oferecidas pelas fast fashion. E com toda certeza mais originais. A diferença está na dimensão, na quantidade de consumo. Dessa forma, as tendências e as novidades a cada semana nas araras não são compatíveis com um consumo autoral. É preciso uma mudança até mesmo moral, é necessário se desapegar do consumo desenfreado, comprar menos e melhor pagando o verdadeiro preço em prol de uma economia deveras sustentável.

“Menos tendência e mais essência é o meu lema”

 

 

 

 

 

infografico-consumo-menor

infografico-222

infografico-4-acessorios

infografico-4-acessorios

infografico-4-acessorios

infografico-4-acessorios

infografico-4-acessorios

infografico-4-acessorios

Fontes:

Site Slow Down Fashion

Artigo sobre consumo de moda autoral em Fortaleza