Redesign de Produto

O mundo corporativo está em profunda e constante mutação. Tendências, valores e informações alternam-se hoje com mais velocidade do que há cinco anos atrás. Assim, para manterem-se alinhadas ao mercado, as empresas buscam inovações para suas marcas.

Ai que entra o papel Redesign, método que pode solucionar a visão ultrapassada que os usuários da marca têm sobre ela e passar a transmitir uma imagem sempre inovadora. Esse processo de reformulação pode ter como princípio uma mudança da estrutura do produto em si ou mesmo uma modificação dos aspectos visuais, como a tipografia e as cores principais.

Mas, quando e a que ponto deve ser tomada a decisão do Redesign e se teremos uma atualização do produto, ou uma alteração mais profunda e atualizada?

O objetivo por trás do redesign é aprimorar o conceito já existente de um produto para que ele seja atualizado aos anseios do mercado e as demandas dos consumidores. Assim, o seu tempo de permanência no comércio é muito maior e as chances de grande sucesso aumentam exponencial- mente.

A mudança: o redesign de uma imagem/produto é um processo, às vezes, mais complexo que a concepção de um produto novo em si. Deve-se sempre levar em consideração o histórico de vendas, tendendo visualizar onde o negócio/produto ou serviço encontra-se em sua curva vital. Se estamos falando de um produto em decréscimo de vendas ou da necessidade de reenquadrar uma marca a um novo público/segmento, falamos em mudança.

Quando falamos em redesign de produto, queremos mostrar que mudanças são positivas e necessárias para manter e conquistar novos clientes. Afinal, as pessoas gostam de ver novidades, pois tudo que é novo atrai nossa atenção, seja no que a sua empresa ou seu concorrente está oferecendo.

Design de produto, também conhecido como design industrial, é uma atividade que trabalha com a criação e o desenvolvimento de objetos para bens de consumo, como utensílios, mobiliário, automóveis, eletrodomésticos, máquinas, entre outros. É um estudo e atualização da criação anterior para a época atual, com base nas novas tecnologias. Afinal, vivemos em constante evolução. O que antes era novidade, algo extraordinário, hoje não tem mais utilidade ou relevância para as pessoas. O design é atemporal, flexível, aberto à mudanças. Para quem tem interesse em fazer um redesign de produto, tem um objetivo de atingir novos mercados. Esse motivo pode estar mais ligado à ambição de crescimento da sua empresa do que a problemas com as receitas geradas, por exemplo. É comum que empreendedores queiram expandir o alcance dos seus produtos e serviços, contudo, um cuidado que se deve ter é em relação às características desse novo público que se pretende atingir. E além de esse serviço ajudar a impulsionar as suas vendas.

 

Beijos,

Fernanda Silvy.

SaveSave