Skip links

Saiba como o design atua no setor alimentício

Você é dono de um restaurante, faz doces em casa pra vender, tem um negócio de cerveja artesanal, ou qualquer outra empresa ligada ao setor alimentício?

Já falamos nesse post sobre a importância do design para esse ramo de negócios. Mas você sabe como podemos agir de maneira mais certeira para resolver seus problemas?

Olha só como as coisas mudaram

No último ano, o e-commerce ganhou destaque entre negócios dos mais variados setores. No alimentício, vemos que os aplicativos de delivery estão em alta, e cada vez mais restaurantes anunciam seus produtos online.

Mas, em um ambiente tão amplo como a internet, como o seu negócio pode se destacar? É isso que responderemos no post de hoje!

Aqui vão algumas dicas:

1. Use e abuse do design thinking!

Caso você não esteja familiarizado com o termo, acesse esse post antes de continuar a leitura!

Em resumo, essa metodologia consiste em fazer uma análise mais empática do cenário atual e do seu negócio em meio a ele. Com esses estudos, podemos trazer soluções inovadoras, que te destacam em meio a concorrência.

Você conhece o Mate in Box? Essa é uma empresa que entrega uma verdadeira experiência com a erva-mate, por meio de um clube de assinaturas! Uma proposta muito interessante, que certamente os diferencia do restante do mercado.

Esse é um bom exemplo da aplicação do design thinking: por meio da imersão na rotina do público-alvo, os fundadores foram capazes de encontrar um modelo de negócios alternativo que sanasse as dores dos clientes.

2. Atenção aos materiais que você utiliza

O que você pensa quando falamos sobre as embalagens de seus produtos? Você pensa no seu descarte?

Hoje em dia, devemos estar alinhados às questões ambientais, não só para trazer valores mais humanizados e preocupados para a sua empresa, como também para garantir que não terá problemas futuramente!

Acesse esse post para entender mais sobre o assunto. Nele, trouxemos dados sobre a importância da existência de leis que visam ao cumprimento de metas sustentáveis, além do fato de que consumidores priorizam marcas com práticas ecológicas.

3. Falando em embalagens, como estão os seus rótulos?

Isso não pode ser esquecido! Além de conter todas as informações técnicas, como os ingredientes do alimento, o seu rótulo deve ser atrativo para o público!

Um rótulo atrativo significa, além de trazer a identidade visual da sua empresa, destacar os diferenciais do seu produto, de modo a induzir os compradores a… bem, comprar!

Veja aqui o rótulo dessa embalagem da Better Green Juice, que a Inventório desenvolveu pensando em transmitir a ideia de uma alimentação nutritiva e saudável.

4. Invista na divulgação da sua marca

Não deixe de colocar seu nome na boca do povo! Na hora de analisar seus possíveis consumidores, tente responder: ele usa redes sociais? Quais? O que ele quer ver nelas?

Tente destrinchar ao máximo o seu público – para isso, recomendamos utilizar um Mapa de Empatia e criar Personas! Então, programe-se para criar e publicar conteúdos para cada plataforma escolhida.

Aqui, também é importante manter a maior consistência possível entre elas, do tom de voz até as cores. Lembre-se: o público não identificará sua marca, se cada hora ela se apresenta de uma maneira diferente!


E aí, encontrou uma solução?

Então veja mais do nosso portfólio, e entre em contato conosco!

Acesse também:

Instagram: https://www.instagram.com/inventorioejdm/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/inventorioejdm

Join the Discussion