Blog

Spotify: um case de inovação

Spotify: um case de inovação
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Você já deve ter passado horas dentro de um aplicativo e nem ver o tempo passar, pensando como isso é possível? Isso acontece porque na hora de desenvolver o UX UI da plataforma foram feitos vários estudos que levam o usuário a passar mais tempo navegando. Continue lendo para saber mais sobre o assunto! 

 

UX UI 

 

O significado de UX é uma sigla que significa user experience, traduzida como experiência do usuário, esta etapa não remete apenas ao produto final que o consumidor vai entrar em contato, mas sim com várias etapas de estudo que ajudam a entender qual é a maneira mais assertiva de introduzir o produto ao consumidor. UI significa user interface, que é a interface do usuário, é nessa parte em que são analisadas as melhores formas de facilitar a navegação no produto, o UX e UI se complementam, ambos tendo a mesma importância em um projeto. 

 

Estética 

 

Os aplicativos se popularizaram no mundo inteiro e sua estética é um fator muito discutido, podendo conter elementos gráfico-visuais da vida real, como um carrinho de compras ou cesta que, mas muitas vezes possuem elementos que não remetem a objetos do mundo físico, surgindo assim uma nova tendência estética que busca priorizar a propagação de informações de forma rápida e objetiva, filtrando as informações, destacando o que realmente é importante, os consumidores amam os designs que tornam a sua vida mais prática. 

 

A estética possui grande importância na hora de fazer o UX UI de aplicativos é assim que o tornam mais agradável e atraente, aumentando a possibilidade de novos usuários, pois o consumidor é seduzido pela aparência e raramente vai adquirir algo que não o chame atenção. Para que um aplicativo tenha a melhor estética possível é necessário que o designer possua conhecimentos sobre o público alvo e o produto, fazendo com que a experiência do usuário seja satisfatória. 

 

Tendências no Spotify 

 

Existem várias tendências emergentes no UX UI, aqui vamos analisar algumas que estão presentes em um dos aplicativos mais famosos de streaming de música e podcast, o Spotify, a primeira é escolha de cantos arredondado que remetem a algo mais orgânico, leve, sem tanta rigidez como é com todos os cantos retos. Outra tendência que foi implementada no início de 2021 é a interface de voz permitindo que o usuário possa dar comandos de pesquisa falando apenas “Ei, Spotify”, esta facilidade pode ser ativada nas configurações do celular, permitindo que o aplicativo tenha acesso ao microfone. 

 

neomorfismo que é uma das grandes tendências deste 2019, está presente no Spotify, esta especificação remete ao uso de elementos que dão mais praticidade e realismo, por exemplo o uso de sombras internas e externas, dando um toque de minimalismo ao design. As micro animações também foram adotadas, muitas vezes elas passam despercebidas pois não são muito evidentes, como por exemplo a opção de curtir a música que está ouvindo, esses pequenos detalhes têm grande relevância para manter a atenção do consumidor no aplicativo.  

 

Todo o design do Spotify foi feito com base em temas escuros que são uma grande tendência dos aplicativos pois diminuem o cansaço visual do cliente, fazendo com que ele fique mais tempo imerso na plataforma, a bateria do dispositivo dura por mais tempo, o alto contraste facilita a leitura de quem tem problemas de visão, ou seja adotar temas escuros faz com que melhore a experiência do usuário tanto quanto o faturamento da empresa, pois quanto mais tempo o consumidor passa no aplicativo, mais dinheiro ela ganha.

 

Curtiu o post?

Conheça nosso portfólio no Behance.

Veja nosso perfil no LinkedIn.

Nos siga no Instagram.

Nos contate pelo WhatsApp.

 

 

O que você procura?
Categorias